domingo, 27 de fevereiro de 2011

Carnaval: Imperatriz e Beija-Flor sacodem a Sapucaí, no último ensaio técnico

O último ensaio técnico da Imperatriz Leopoldinense e da Beija-Flor de Nilópolis, a apenas uma semana do desfile Oficial do Carnaval 2011, lotou a Marquês de Sapucaí na madrugada deste domingo. Enquanto a Imperatriz apresentou uma excelente evolução, a Beija Flor de Nilópolis trouxe alguns problemas, como buracos nas alas, corre-corre no fim do desfile para não estourar o tempo, e um escorregão (literalmente) da criança que representará o Rei Roberto Carlos na Avenida.

Como de costume, a comissão de frente da agremiação da Leopoldina chegou ao quarto e penúltimo módulo de jurados com 40 minutos de ensaio. Diferentemente dos ensaios técnicos de outros carnavais, a evolução da escola costuma ser mais rápida. Desta vez, no entanto, a Imperatriz manteve um ritmo mais lento, mas que seria uma estratégia da escola.

Enquanto na Imperatriz os foliões integrantes da escola entenderam o enredo deste ano "A Imperatriz adverte: sambar faz bem a saúde" e suaram de alegria, a Beija-Flor de Nilópolis também não deixou a desejar.O enredo que homenageia o cantor Roberto Carlos sacudiu todos os nilopolitanos na Sapucaí.
Atrás da bateria da Beija Flor, no entanto, os problemas de evolução começaram a surgir. As alas estavam visivelmente espaçadas e pequenos buracos entre elas fazia frequentadores dos ensaios técnicos se perguntar se era mesmo a Beija-Flor que estava desfilando.

Na ala Tom e Jerry, além dos componentes cantarem pouco o samba, também houve muitos buracos. Alguns integrantes chegaram a abandonar o ensaio ainda no setor 11, em frente ao último módulo de julgadores. Muitos deles ficaram encostados na grade da Passarela e outros voltavam pelo meio da escola, atrapalhando o desenvolvimento dos que ainda estavam na pista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário