domingo, 17 de abril de 2011

Fato: A melhor première da vida de Vin Diesel

O Rio sediou outra pré-estreia aos moldes hollywoodianos. Depois da animação que leva o nome da cidade, foi a vez de “Velozes e Furiosos 5″ – novo filme da franquia de ação e primeiro a ser ambientado na Cidade Maravilhosa.

A première de sexta-feira (15/4) não foi apenas brasileira, mas mundial. No tapete vermelho, mais de 100 repórteres credenciados de todas as partes do mundo se engalfinhavam para conseguir as melhores fotos e declarações dos astros. A equipe veio ao Brasil especialmente por evento, e há quase uma semana se alterna entre compromissos profissionais e momentos de lazer nos principais cartões postais cariocas.
Quinto filme da saga, que recebeu o subtítulo “Operação Rio”, teve seu lançamento na cidade em que se desenvolve a maior parte de sua trama. Mas apesar de imagens de cartão postal carioca, a grande maioria das cenas for rodada mesmo em Porto Rico, por causa das incomparáveis vantagens financeiras e fiscais oferecidas pelo governo de lá. Como resultado, o filme faz um retrato um tanto estereotipado da cidade – vista como um antro de corrupção, com brasileiros com sotaque artificial e nomes mais próximos do espanhol que do português.

Fora das câmeras, porém, todo o elenco é só elogios ao país tropical. O protagonista Vin Diesel, por exemplo, resolveu ser garoto-propaganda do turismo brasileiro. O ator, que entrou no tapete vermelho dirigindo o Dodge Charger usado no filme, disse que “no Brasil, as pessoas são mais calorosas e hospitaleiras. Quero que o mundo inteiro saiba que o Brasil é o melhor lugar do mundo”. O fortão trocou de camisa três vezes durante o evento, devido ao calor seco do mês de abril.
Diesel também é produtor do longa e o rosto da franquia, graças ao físico avantajado e a voz grave. O galã, porém, é o colega Paul Walker. Loiro de olhos azuis cristalinos, Paul desviou as atenções ao desfilar pelo tapete com a elegância de um modelo profissional. O ator também comentou brevemente sobre o possível retrato negativo que o filme faria do Rio. “Isso não tem nada a ver. Maus policiais tem em qualquer lugar do mundo”, garantiu ele.

Durante o evento, Paul cruzou novamente com a nipo-brasileira Sabrina Sato, apresentadora do “Pânico na TV”: os dois já se encontraram durante a coletiva de imprensa, realizada na quarta-feira (13/4) e, antes disso, haviam se esbarrado numa festa no Copabacana Palace, onde o ator está hospedado. Ele estaria muito impressionado com as curvas da moça.
Mas ele não precisava ter vindo até o Brasil para se encantar com o charme da mulher brasileira. Jordana Brewster, que é seu interesse romântico na franquia desde o primeiro filme, é filha de uma modelo brasileira e herdou o biotipo nacional. Mesmo tendo sido criada no exterior, Jordana passou anos de sua infância no Rio, é fluente em português e indubitavelmente bela. Ela foi a estrela dessa premiere, com um longo vestido coral e uma simpatia digna de quem tem os pés no chão.

Jordana foi até a área em que fãs e curiosos se acumulavam e, sempre solítica, tirou fotos e assinou autógrafos. Diesel fez o mesmo, mas, ao contrário de Jordana, tinha a barreira do idioma para se comunicar com os fãs locais.
Apesar dos sorrisos, Jordana comentou que eventos grandes como aquele a deixavam um tanto nervosa, e também mencionou o retrato polêmico do país pelo filme. “Não era intenção de ninguém falar mal da polícia brasileira. A história poderia se passar em qualquer lugar do mundo”, comentou.

Quando perguntada se gostaria de filmar no Brasil, a atriz respondeu prontamente que adoraria – “mas, infelizmente, ninguém daqui procurou meu agente para que eu fizesse um filme brasileiro.” Ela reforçou seu desejo de estar mais envolvida com o cinema nacional e elogiou “Tropa de Elite 2″, a última produção brasileira que assistiu.
Dwayne “The Rock” Johnson, que se junta ao time de “Velozes e Furiosos” neste quinto filme, parecia tão entrosado quanto os membros originais do elenco e igualmente satisfeito em participar da experiência. No tapete vermelho, porém, teve o azar de chegar pouco antes de Jordana, que o ofuscou com sua ginga brasileira, e ainda disputou a atenção feminina com Diesel e Walker – que, por serem os rostos mais conhecidos da franquia, arrancaram gritinhos histéricos das mulheres que se amontoavam lá fora.

À tarde, todos tinham relaxado na praia, o que explica o ar de felicidade estampado no rosto das estrelas. A idéia foi do diretor Justin Lee. “Trouxe parte da equipe de produção que trabalhou aqui na última vez e, agora, passamos o dia na praia. Todos escolheram Ipanema. É linda! Foi o lugar que eu mais gostei”, afirmou o cineasta, sorridente e bronzeado.
Alguns famosos nacionais também deram o ar da graça. Cláudia Ohana, aliás, protagonizou a gafe mais engraçada da noite: ela teria entendido que os pedidos de “Here! Here!” (Aqui! Aqui!), de um fotógrafo americano para que ela olhasse para sua lente fossem instruções para ela rir! “Gente, não consigo rir mais do que isso”, respondeu Ohana. Piada pronta e repetida à exaustão nos twitters.

Após o desfile, o filme foi exibido pela primeira vez no Cine Lagoon, na zona sul do Rio. A sessão estava abarrotada e, depois de os repórteres e fotógrafos terem conseguido todas as frases e imagens a que tinham direito, foram convidados a se retirar do cinema por um representante, para que a exibição não fosse tumultuada. Engana-se, porém, quem pensa que a festa acabou depois do filme: uma after-party estava marcada nas termas de Copacabana, à pedido do próprio Diesel.
Ele teria solicitado o lugar pelas boas recordações da vez em que esteve no Rio para as filmagens (ocasião em que supostamente se envolveu com a panicat Juju Salimeni, com quem voltou a se engraçar durante a entrevista coletiva). Feliz da vida, o astro comemorou o lançamento ao lado das atrizes da produção Elsa Pataky e Gal Gadot.

Depois da festa, Diesel resolveu resumir sua experiência brasileira em sua página no Facebook. Postou uma foto da balada noturna, em que aparece ao lado de The Rock, e exclamou: “Nós te amamos o Brasil!”, em português aprendido na véspera. E emendou: “Ontem a noite foi a melhor première que eu já fui”.
Pedaladas na orla, passeios pelo calçadão e um roteiro noturno dos mais animados completaram sua passagem veloz e furiosa pelo país. O público só vai saber se o filme merece todo esse oba-oba a partir do próximo dia 29, nos Estados Unidos, e só em 6 de maio no Brasil. Mas a verdadeira “Operação Rio”, que trouxe os astros à cidade, já pode ser considerada um sucesso.

Ainda no tapete vermelho, o repórter Sean Edwards, do canal Fox, revelou que estava no Brasil pela segunda vez em menos de um mês. “Não conhecia o Brasil. Vim há três semanas por causa do ‘Rio’, do Carlos Saldanha. Acho que virei muitas e muitas vezes. Os Estados Unidos descobriram o país de vocês e agora cada vez mais filmes serão rodados aqui”, apostou o jornalista americano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário