sábado, 23 de abril de 2011

Fim?!: "Eu deixaria de atuar", diz Mel Gibson


Mel Gibson quebra o silêncico e fala pela primeira vez depois dos escândalos judiciais envolvendo a ex-namorada, Oksana Grigorieva que o acusou de violência doméstica. O astro de longas como Coração Valente e Eternamente Jovem, que foi sentenciado a três anos de liberdade condicional, revelou que não está preocupado com o rumo de sua carreira e que não se incomodaria em parar de atuar. 

- Eu pararia de atuar fácilmanete. Não é um problema. Eu vou fazer algo agora porque eu quero e é divertido, contou Mel ao Deadline.  

O ator também disse que não ficou ressentido por ter sido desconvidado do longa Se Beber, Não Case II. Mel foi convidado e depois membros do elenco disseram que não gostariam de trabalhar com o ator que ficou fora da produção.

- Você tem que esquecer...Está tudo bem, você simplesmente tem deixar de lado. 

Durante o episódio das fitas divulgadas por Oksana, em que Mel fez comentários racistas e agressivos, poucas celebridades, como Whoopi Goldberg e Jodie Foster, o apoiaram publicamente. Ele diz que a experiência o fez descobrir quem são seus amigos. 

- Muitas pessoas me apoiaram, claro, mas você descobre quem são os seus amigos...Eu conheço a Whoopi antes dela ser Whoopi. Ela é ótima e eu sempre gostei dela. Gosto ainda mais porque ela entendeu.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário