terça-feira, 21 de junho de 2011

Popular: Chico Buarque vende mais de 1,7 mil discos em menos de 24 horas na web

Nos áureos tempos da indústria fonográfica, vender 1750 cópias de um álbum em suas primeiras 24 horas de mercado era sinônimo de fracasso. Em 2011, com o advento do mp3 porém, o jogo é outro: Chico Buarque decidiu lançar seu primeiro grande projeto ligado à internet para promover o novo disco, Chico, passou horas e horas gravando material inédito para os fãs conectados e, ao atrelar conteúdo exclusivo à pré-venda do álbum, conseguiu vender 1,75 mil cópias no primeiro dia de ação. 

Chico, que custa R$ 29,90 no site da gravadora Biscoito Fino, só será enviado para a casa dos compradores daqui a um mês, a partir de 20 de julho. Em contrapartida, cada um deles terá acesso ao áudio em streaming das dez faixas em primeira mão. Ou quase, o frenesi em torno do primeiro trabalho inédito do compositor desde Carioca, de 2006, fez com que o áudio e vídeo de Querido diário, com imagens do manuscrito da letra da canção, fosse parar no YouTube, ao alcance dos ouvidos mesmo daqueles que não possuem a senha que abre o baú do tesouro virtual de Chico.

"Estamos cientes do vazamento e vamos entrar em contato com o YouTube para retirar o vídeo e tomar providências para prevenir que algo parecido aconteça com os próximos vídeos, até para não prejudicar os que compraram o disco na pré-venda em busca de um conteúdo exclusivo, com mais qualidade", justifica Pedro Seiler, um dos responsáveis pela criação de Chico Bastidores.

Segundo Seiler, o resultado das primeiras horas superou as expectativas da equipe do projeto e a tendência é melhorar. "O conteúdo mais bacana mesmo só vai entrar no ar a partir desta quarta-feira. Por enquanto, temos apenas teasers: um vídeo do Chico apresentando projeto, a capa do disco e a primeira musica. Ainda vamos publicar material inédito e mais curiosidades, que devem instigar ainda mais essa vontade de ter acesso em primeira mão", completa.

E para reunir material suficiente para alimentar o site por um mês e atrair a atenção dos fãs com tanta antecedência, a equipe promoveu mais de de 20 sessões de filmagem. Os vídeos incluem entrevistas com todos os músicos e artistas convidados, além de um longo bate-papo com o autor, todos realizados durante as nove semanas de gravação, mixagem e masterização de Chico. Ao final da pré-venda, o documentário resultante de todo este material será exibido no site em sessões com horário pré-definidas, como nos cinemas, também exclusivas para os que possuem a senha de acesso.

"Mesmo não sendo ativo nas redes sociais, o Chico tem uma presença forte nesses meios por intermédio dos fãs: a fanpage no Facebook tem quase 500 mil pessoas, não é pouca coisa. Por isso, este projeto foi um caminho natural, quase inescapável. A internet é a mais importante ferramenta de divulgação, é praticamente obrigatório fazer uso dela hoje, então procuramos fazer algo interessante e inédito", explica Bruno Natal, diretor de todo o material em vídeo de chicobastidores.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário